FRETE GRÁTIS Em compras acima de R$60,00 - para as regiões sul e sudeste!

Saúde do intestino: o que é microbiota intestinal?

de Humberto pampam em March 26, 2021

 

 

Entre as muitas funções da microbiota está o bom funcionamento do nosso aparelho digestivo e o controle da absorção de vitaminas e minerais.

A microbiota intestinal, também conhecida como flora do intestino ou flora intestinal, refere-se aos milhões de micro-organismos vivos como fungos e bactérias, que habitam o nosso trato gastrointestinal.

Manter o bom funcionamento do nosso aparelho digestivo está entre suas muitas e importantes funções, além disso, a microbiota dosa a produção de enzimas, vitaminas e minerais necessários para a renovação celular e a saúde do intestino, e é responsável por até 95% da serotonina do nosso corpo, o que explica a influência do intestino no comportamento, no humor e na saciedade.

Mas como assim bactérias do bem?

É isso mesmo, nosso trato intestinal habita mais de 100 trilhões de micro-organismos de variadas espécies, que estão longe de nos fazer mal e, na verdade, contribuem com o nosso metabolismo, na digestão e na absorção de vitaminas, também fortalecem o sistema imunológico, pois 80% das células do nosso sistema imune estão concentradas no intestino. Já existem estudos que comprovam, por exemplo, que muitas doenças como câncer e doenças autoimunes possuem alterações da microbiota.

 

Quando se forma a microbiota?

Como você já deve ter lido no último artigo do nosso blog, a flora intestinal começa a se formar logo após o nascimento do bebê, sendo a mãe a primeira fonte de micro-organismos do recém-nascido quando este nasce pelo parto normal. Estudos recentes mostram até que alguns perfis de bactérias do intestino do bebê se relacionam com desordens psíquicas e psiquiátricas sofridas pela mãe durante a gestação.

E se a microbiota é altamente participativa em nosso sistema imune, podemos concluir que os bebês nascem com pouquíssima imunidade e, a partir do parto, passam a receber nutrientes significativos pelo leite da mãe, incluindo anticorpos já formados e, à medida que a criança recebe outros alimentos, o sistema imunológico vai se desenvolvendo. Por esse motivo, é fundamental a amamentação até pelo menos seis meses de vida aliada a uma dieta saudável desde a infância para criar um sistema imunológico satisfatório.

 

Como a alimentação influencia a microbiota?

A alimentação influencia diretamente a microbiota. O consumo de alimentos processados ou industrializados, por exemplo, assim como o exagero em gorduras saturadas, açúcar e sal podem alterar de forma significativa a quantidade de micro-organismos presentes na flora causando uma diminuição dessas bactérias do bem e o aumento de bactérias patogênicas que são capazes de causar doenças.

Esse desequilíbrio da microbiota intestinal é chamado de disbiose e prejudica a absorção de nutrientes pelo nosso corpo, causando carência de vitaminas, minerais e até inflamações no intestino. Náuseas, refluxo, excesso de gases e diarreia constante podem ser sintomas da disbiose.

Para manter o equilíbrio da flora intestinal, é essencial manter uma dieta saudável evitando alimentos processados, embutidos e enlatados, e priorizando frutas, verduras e grãos.

O consumo de prebióticos e probióticos, como leites fermentados que possuem adição de lactobacilos, por exemplo, também estimulam o crescimento das bactérias benéficas ao intestino, auxiliando inclusive no fortalecimento da imunidade.

Dessa forma, entendemos que, para a saúde do intestino, é necessário manter a microbiota intestinal equilibrada comum a alimentação saudável e cuidado com o hábito de comer em excesso os alimentos processados ou industrializados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Os comentários devem ser aprovados antes de aparecer