FRETE GRÁTIS PARA AS REGIÕES SUL E SUDESTE em compras acima de R$50,00. Aproveite!

Prisão de ventre. E agora?

de Eduardo Bernstein em February 24, 2021

A prisão de ventre é comum entre as mulheres, mas existem alimentos capazes de melhorar o funcionamento do intestino 

A prisão de ventre é um dos nomes populares da constipação intestinal, uma condição médica em que um indivíduo não consegue evacuar, mesmo sentindo vontade intensa de ir ao banheiro. De acordo com especialistas, essa condição atinge 30% da população global, com maior ocorrência em mulheres e idosos. Quando a prisão de ventre se manifesta de forma frequente, é importante procurar aconselhamento médico e fazer exames complementares, para eliminar qualquer possibilidade de outras doenças.

Mas por que a prisão de ventre é mais comum no sexo feminino?

Entre as causas está a influência dos hormônios femininos. Antes da menstruação, por exemplo, muitas mulheres notam alteração do funcionamento do intestino e durante a menopausa, a frequência de evacuação pode diminuir consideravelmente, mas além do fator hormonal, há também questões como alimentação, sedentarismo e desidratação. Uma dieta pobre em fibras, também pode estar relacionada à prisão de ventre. 

Mas o que é preciso para considerar uma função intestinal normal?

Uma função intestinal considerada normal pode ser muito diversa. Uma pessoa pode fazer cocô a cada dois dias ou até mais de duas vezes por dia e estar tudo bem. A ideia de que temos de evacuar pelo menos uma vez ao dia não é correta, pois depende do ritmo do seu aparelho digestivo.

Além da frequência, deve-se ter bastante atenção na maneira em que as fezes são expelidas. Quando são expelidas com facilidade e sem esforço excessivo, pode significar normalidade no trato intestinal. Ao sair do banheiro, o indivíduo precisa ter a sensação de uma eliminação completa.

E em casos de prisão de ventre, o que pode ser feito para amenizar o problema?

Praticar atividades físicas regularmente pode contribuir com a ativação do metabolismo e, consequentemente, ajudar a regular o trato intestinal, além disso, aumentar o consumo de água durante o dia e consumir alimentos ricos em fibras ajuda bastante no combate à prisão de ventre.

A seguir segue uma lista com alguns alimentos recomendados para amenizar o desconforto da prisão de ventre e outros que devem ser evitados a qualquer custo.

Alimentos ricos em fibras que melhoram o fluxo intestinal

Vegetais: especialmente legumes crus com folhas.

Frutas com casca: pois a casca é rica em fibras.

Cereais integrais: aveia e arroz.

Frutos secos: uvas passas, por exemplo.

Sementes: linhaça, granola e de abóbora

Probióticos: iogurtes desnatado, por exemplo, ajudam a regular a microbiota intestinal.

Alimentos a serem evitados por quem sofre de prisão de ventre

Alimentos ricos em açúcar: refrigerantes e doces em geral.

Alimentos ricos em gorduras: frituras e empanados em geral.

Comidas congeladas: lasanhas, salgados ou pizzas.

Leites integrais: pois são ricos em gorduras.

Carnes processadas: linguiças, salsichas e bacon.

A água e os líquidos são os responsáveis por hidratar  o intestino e as fibras provenientes da alimentação, fazendo com que as fezes transitem com mais facilidade até a sua eliminação.

Esses são alguns recursos que devem melhorar - e muito - os sintomas da prisão de ventre, mas lembre-se de que um médico sempre deve ser consultado.

Atenção: o uso de remédios laxativos só deve ser administrado se recomendado pelo seu médico.

E aí, gostaram das dicas? Navegue pelo blog das fadas e fique por dentro de outras matérias bem legais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Os comentários devem ser aprovados antes de aparecer