FRETE GRÁTIS PARA AS REGIÕES SUL E SUDESTE em compras acima de R$60,00. Aproveite!

Curiosidade: saiba como o olfato interfere no seu dia a dia.

de pampam #momentopampam em January 19, 2022

Esse sentido, além de te proporcionar prazer e nostalgia, te oferece proteção. Vamos conhecer mais sobre ele?

 

Diferente dos animais irracionais, o ser humano pode achar o olfato um sentido de menor importância comparado à visão e audição, por exemplo. Mas ele é muito mais que isso.
Quando pensamos em cheiros agradáveis e prazerosos, nos vem logo à cabeça uma comida fresquinha, um alho fritando ou um churrasquinho no ponto. Porém nosso olfato é bem mais importante e essencial, e não está apenas relacionado à alimentação ou ao prazer, ele nos oferece proteção.
Já prestou atenção no alerta que seu cérebro recebe após o cheiro de um gás vazando ou de algum material queimando? Já deixou de comer alguma coisa porque o cheiro estava fora do normal? Pois é. Esses são apenas alguns dos exemplos em que o olfato pode nos proteger dos perigos do dia a dia.

Como funciona esse sentido?

De maneira mais resumida, o aroma ingressa pelas nossas narinas, chega no teto da cavidade nasal e leva um estímulo ao nervo olfatório. Ele transforma o estímulo químico em elétrico e vai direto para o cérebro, que identifica o cheiro. Qualquer intercorrência nesse trajeto pode trazer problemas olfativos.

O cheiro e a nostalgia

Já se lembrou de alguma situação específica ou de alguém especial apenas por cheirar um perfume? O cheiro específico de um sabonete ou de um pão assando já te fez lembrar de momentos da sua infância?
O olfato está associado diretamente ao cérebro e à memória. Ligado ao sistema límbico, o faro é o único sentido que tem conexão direta com essa parte do cérebro responsável por gerenciar nossas emoções. É por isso que os aromas nos trazem tantos sentimentos.

O olfato como indicativo de problemas neurológicos

Você sabia que um dos primeiros indicativos de Alzheimer e Parkinson pode ser de problemas olfativos?
Logicamente essa alteração pode não ser conclusiva, mas facilita o diagnóstico. Segundo algumas pesquisas, a perda do olfato pode ser um indicativo precoce do Alzheimer, pois ele tende a decair entre 10 e 15 anos antes dos primeiros sintomas da doença.

A comida sem "gosto"

Você já deve ter comido algo sem prazer, pois estava de nariz obstruído e, por isso, não sentia o sabor da comida. Mas por que isso acontece uma vez que o paladar é outro sentido?
O paladar e o olfato se relacionam entre si. Nosso paladar só consegue identificar cinco sabores: doce, salgado, amargo, azedo e umami (gosto salgado associado ao glutamato monossódico). Todas as demais respostas que temos são provenientes do nariz. Dessa forma, o prazer da comida muitas vezes está mais ligado ao seu aroma do que ao sabor em si.

Aquele cheirinho de limpeza...

Nada melhor que entrar em uma casa, especialmente no banheiro, e já sentir aquele cheiro de limpeza. Essa sensação é extremamente reconfortante e agradável.
O Cítrus e a Lavanda são aromas ligados à limpeza, agradabilidade e frescor. Esses aromas, quando originados de óleos essenciais, como já falamos aqui, melhoram a sensação de bem-estar, aliviam os sintomas de algumas doenças e até melhoram o humor. Imagina mudar de humor apenas com a ação de uma fragrância? Incrível, né?

Agora que você já sabe muita coisa sobre esse assunto, que tal estimularmos o prazer do seu olfato, e o de outras pessoas, utilizando PamPam?


Os bloqueadores de odores PamPam possuem ambas as fragrâncias, Cítrus e Lavanda, e vão fazer felizes os olfatos mais exigentes, bloqueando qualquer mau odor originado do n° 2 que possa atrapalhar o aroma do ambiente.


Já pensou o cheirinho Cítrus ou Lavanda, especialmente do seu banheiro, ficar na memória olfativa de alguém?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Os comentários devem ser aprovados antes de aparecer